Câncer Colorretal: saiba como prevenir a terceira neoplasia com maior incidência no Brasil

O Câncer Colorretal, também conhecido como Câncer de Intestino Grosso ou Câncer de Cólon e Reto, abrange os tumores que se iniciam no intestino grosso, reto e ânus, a partir da evolução de pólipos, que são alterações que podem surgir nas paredes do órgão e que, caso não sejam removidos, podem se transformar em malignas.

No Brasil, trata-se da terceira neoplasia com maior incidência, sendo o segundo câncer mais frequente em mulheres e o terceiro entre os homens. Em 2015, a taxa bruta de mortalidade da doença chegou a 8,4 para cada 100 mil brasileiros, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca). Abaixo, saiba como prevenir o Câncer Colorretal, além de conhecer suas causas, sintomas e tratamentos.

Quais são as causas do Câncer Colorretal?

O surgimento do Câncer Colorretal está associado à presença de alterações genéticas que ativam genes específicos relacionados com tumores e que desativam genes protetores da mucosa intestinal. Isso significa dizer que se a pessoa nascer com uma ou mais dessas mutações estará mais sujeita a desenvolver a doença ao longo de sua vida, especialmente se essa predisposição for combinada a outros fatores de risco, como uma dieta pobre em fibras e rica em gorduras e carne vermelha, além do consumo excessivo de álcool, sedentarismo e tabagismo.

Além disso, outros fatores relacionados à maior chance de desenvolvimento da doença são:

  • História familiar ou pessoal de Câncer de Intestino ou outros tumores; 
  • Doenças inflamatórias do intestino;
  • Doenças hereditárias;
  • Exposição ocupacional à radiação.

Quais são os sintomas do Câncer Colorretal?

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), os sintomas mais frequentemente associados ao Câncer Colorretal são:

  • Sangue nas fezes;
  • Dor ou desconforto abdominal;
  • Alteração do hábito intestinal;
  • Fraqueza e anemia;
  • Perda de peso sem causa aparente;
  • Alteração na forma das fezes.

É importante ressaltar que os sintomas de câncer de intestino são mais frequentes em pessoas com mais de 60 anos, que possuem histórico de câncer na família ou outros fatores de risco. Desse modo, quando os sintomas duram mais de um mês, é fundamental consultar um gastroenterologista ou coloproctologista, para realizar exames e diagnosticar a doença ainda na fase inicial. Assim, o tratamento será mais efetivo.

Como prevenir o Câncer Colorretal?

Para prevenir não só o Câncer Colorretal, mas diversas outras doenças, é indispensável adotar hábitos saudáveis como, por exemplo, praticar exercícios físicos regularmente e manter uma dieta rica em nutrientes. No caso deste tipo de Câncer, a ingestão de alimentos fibrosos é altamente indicada. As fibras têm um papel importante na manutenção da saúde do intestino, já que aumentam o bolo fecal, aceleram a velocidade do trânsito intestinal e diminuem o contato das substâncias cancerígenas com a parede do cólon. 

Além disso, deve ser evitado o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, assim como o tabagismo, os quais são fatores de risco para a maioria dos cânceres. Entretanto, da mesma forma que nos outros tipos de câncer, a medida mais importante é a detecção precoce de lesões pré-cancerosas. Por isso, é recomendado que toda pessoa com mais de 50 anos faça uma colonoscopia periodicamente. Já as pessoas com parentes de primeiro grau com câncer colorretal devem ser submetidas à colonoscopia preventiva a partir dos 40 anos de idade.

Quais são os tratamentos para o Câncer Colorretal?

O Câncer Colorretal é uma doença tratável e frequentemente curável, a depender da fase na qual o tumor é diagnosticado. O tratamento depende, principalmente, do tamanho, localização e extensão do tumor. Quando a doença já está espalhada, com metástases para o fígado, pulmão ou outros órgãos, as chances de cura ficam reduzidas.

A cirurgia é o tratamento inicial e tem a finalidade de retirar a parte do intestino afetada. Em geral, é associada a outras etapas do tratamento, que incluem a radioterapia ou quimioterapia, para diminuir a possibilidade de retorno do tumor. Por isso, após o tratamento, é essencial realizar o acompanhamento médico para monitoramento de recidivas ou novos tumores.

Sobre a Clínica Cirúrgica Taguatinga

A Clínica Cirúrgica Taguatinga é especializada em doenças relacionadas ao aparelho digestivo, bem como cirurgias gerais e torácicas, além de diversas outras especialidades médicas. Agende sua colonoscopia e previna o Câncer Colorretal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Veja também:

Centro Digestivo de Brasília | Consultas, exames e cirurgias

Cirurgias

Cirurgia do Aparelho Digestivo
Cirurgia Geral
Cirurgia Plástica
Cirurgia Torácica
Coloproctologia

Consultas

Gastroenterologia
Endocrinologia
Nutrologia
Nutrição
Proctologia

Exames

Endoscopia
Colonoscopia
Manometria

Menu